Chora!

Chora!
Não vou ligar
Não vou ligar
Chegou a hora
Vais me pagar
Pode chorar
Pode chorar
Mas chora!

Chora!
Não vou ligar
Não vou ligar
Chegou a hora
Vais me pagar
Pode chorar
Pode chorar

É, o teu castigo
Brigou comigo
Sem ter porquê
Eu vou festejar
Vou festejar
O teu sofrer
O teu penar

Você pagou com traição
A quem sempre
Lhe deu a mão

Você pagou com traição
A quem sempre
Lhe deu a mão

Mas chora!

Chora!
Não vou ligar
Chegou a hora
Vais me pagar
Pode chorar
Pode chorar

Mas chora!

Chora!
Não vou ligar
Chegou a hora
Vais me pagar
Pode chorar
Pode chorar

É, o teu castigo
Brigou comigo
Sem ter porquê
Eu vou festejar
Vou festejar
O teu sofrer
O teu penar

Você pagou com traição
A quem sempre
Lhe deu a mão

Você pagou com traição
A quem sempre
Lhe deu a mão

Laraiá Laraiá
Lá Laiá Laiá
Laiá Laiá
Laiá Laiá

Eu vou festejar
Vou festejar
O teu sofrer
O teu penar

Você pagou com traição
A quem sempre
Lhe deu a mão

Você pagou com traição
A quem sempre
Lhe deu a mão

Vou Festejar
Beth Carvalho
05.05.1946 – 30.04.2019

Found in translation!

Found in translation: USC scientists map brain responses to stories in three different languages

New brain research by USC scientists shows that reading stories is a universal experience that may result in people feeling greater empathy for each other, regardless of cultural origins and differences.

And in what appears to be a first for neuroscience, USC researchers have found patterns of brain activation when people find meaning in stories, regardless of their language. Using functional MRI, the scientists mapped brain responses to narratives in three different languages — Americanized English, Farsi and Mandarin Chinese.

The USC study opens up the possibility that exposure to narrative storytelling can have a widespread effect on triggering better self-awareness and empathy for others, regardless of the language or origin of the person being exposed to it.

“Even given these fundamental differences in language, which can be read in a different direction or contain a completely different alphabet altogether, there is something universal about what occurs in the brain at the point when we are processing narratives,” said Morteza Dehghani, the study’s lead author and a researcher at the Brain and Creativity Institute at USC.

Dehghani is also an assistant professor of psychology at the USC Dornsife College of Letters, Arts and Sciences, and an assistant professor of computer science at the USC Viterbi School of Engineering.

The study was published in the journal Human Brain Mapping.

SOURCE: http://www.novalanguages.com/2017/10/29/found-translation-usc-scientists-map-brain-responses-stories-three-different-languages/

a hora do planeta – 30 de março de 2019 às 20h30

O QUE É A HORA DO PLANETA?
A Hora do Planeta é um movimento voluntário de sensibilização para as questões de mudanças climáticas e seu impacto na biodiversidade e na vida das pessoas. Ela é conhecida por aquele momento em que pessoas, cidades e empresas são convidadas a demonstrar sua preocupação com a questão ambiental (e como isso está relacionado com nossas vidas) por meio de um ato simples: apagar as luzes por uma hora, em um dia específico. Porém, é muito mais!

Os sessenta minutos de celebração são um lembrete pontual de que nossos hábitos têm interferência direta na natureza. O símbolo 60+ mostra que todas as horas devem ser a Hora do Planeta.

O movimento nasceu em 2007, na cidade de Sydney, na Austrália, e desde então vem ganhando o mundo, com cada vez mais adeptos. Em 2018, a Hora do Planeta teve a participação de cidades e municípios em 188 países e territórios, contabilizando mais de 17 mil ícones ou monumentos apagados. O Brasil tem uma grande participação nessa história, envolvendo mais de cem cidades e 1500 monumentos!

Em 2019, o auge da Hora do Planeta será no dia 30 de março, das 20h30 às 21h30. E, você, como vai participar?

https://www.wwf.org.br/participe/horadoplaneta/

https://www.earthhour.org/

Deaf ears and high horses: everyday idioms in newspapers

About Words - Cambridge Dictionaries Online blog

Sunphol Sorakul/Moment/GettyImages

by Kate Woodford

Today we’re looking at idioms and expressions from a range of national newspapers that were published on the same day. We do this every couple of months as a way of supplying you with up-to-date, frequently used idioms.

One newspaper describes the UK Prime Minister’s plans for leaving the EU as ‘a leap of faith’. Leap of faith refers to the act of believing in something when you have no real reason to believe that it is true or will happen.

In the news pages of a different paper, a journalist remarks that the Prime Minister’s advice to members of her own party will ‘fall on deaf ears’. If a suggestion or warningfalls on deaf ears, no one listens to it.

Another tabloid is confident that the plans for Brexit will succeed and says it will be ‘full steam ahead’ for the UK…

Ver o post original 307 mais palavras